Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

10
Jul17

logo savethedate.jpg

A Save The Date mudou, adaptou-se ao momento e prepara o futuro. Continuamos focadas a fazer aquilo que sempre fizemos: Superar as suas melhores expectativas.
Depois de três anos a deixar a nossa marca, achámos ser a altura ideal para actualizar a nossa imagem e reposicionar a empresa e o que oferecemos. Queremos estar mais próximos de si quando as ocasiões assim o exigem, do casamento ao batizado, sem esquecer as despedidas de solteiro, dos eventos corporate da sua empresa, da apresentação aos media do seu mais recente feito.
São muitas as novidades que estamos a preparar. Não queremos desvendar tudo, mas revelamos já uma surpresa! O de fazer de qualquer evento uma ocasião feliz, um sucesso entre os seus e uma data inesquecível.

Conte connosco!

Obrigada ao Tiago Filipe Silva pelo fantástico trabalho na criação da nossa nova imagem

 

 

 

 

 

 

 

Guardar

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Natal da Ana

NatalAna_SaveTheDate (17).jpg

"Gosto dos cheiros desta quadra, das ruas iluminadas e decoradas. Recordo com saudade a minha infância e a forma carinhosa como a minha mãe me dizia que os presentes eram oferecidos pelo menino Jesus.
Quando as crianças eram mais pequenas, fazíamos uma verdadeira festa a abrir os presentes. Enquanto um lia as etiquetas, outro entregava, entre momentos de suspense com direito palmas e tudo. Lembro-me das partidas que fazíamos uns aos outros, como a de ter oferecido um pacote de lenços de papel à minha irmã porque estava sempre constipada.

Agora, o número de presentes diminui. Eles preferem dinheiro para poder comprar os seus próprios sonhos. Mas, sempre que nos é possível, oferecemos viagens, por achar que é das experiências mais enriquecedoras.

Na minha mesa o Molotov e a mousse de chocolate não podem faltar, assim como os sonhos, as rabanadas e as filhoses. O polvo substitui o bacalhau e o leitão vem sempre.
Convidávamos o Conan O'Brien. Há melhor maneira que passar o Natal a rir?"

Eraumavez2.jpg

NatalAna_SaveTheDate (13).jpg

A mesa da Ana

A rasgar completamente com o convencional, esta mesa foge dos vermelhos, do azevinho e do pinheiro e vai para uma abordagem mais tropical e fresca, marcada pelo branco e pelo verde. Atualmente, metade da família vive em Palma de Maiorca e a proposta traz o cheiro da praia para a mesa. É, no fundo, a celebração de uma nova etapa na vida da família!

E se é verdade que a estrela, as renas e as bolas marcam presença, também é verdade que partilham o espaço com ananáses, folhas de bananeira e até macarrons que, desta vez, também foram convidados para a festa.

Eraumavez1.jpg

NatalAna_SaveTheDate (6).jpg

Fotografia: Era Uma Vez - Fotografia e Design

 

O Natal da Catarina

Catarina Raminho_Savethedate 19.JPG

"Entrar na cozinha numa azáfama que só acontece neste dia. Sentir o cheiro a canela, que já convive harmoniosamente com o açúcar, no prato onde vão passar, um a um, os sonhos acabadinhos de fritar. Esticar a massa dos coscorões - "os do ano passado não deram menos trabalho?!" - enquanto se joga conversa fora com a mãe e as irmãs. O pai chega mais tarde e a primeira coisa que vai fazer é "roubar" um exemplar de cada doce já feito. Sonhos, filhós, aletria, arroz doce e lampreia de ovos nunca falham a presença na mesa!

Desde bem pequena que esta é a primeira coisa que vem à minha memória quando penso no Natal. Na cozinha atarefada de onde sai a Consoada. Com a chegada das filhotas, passou a haver menos tempo para a cozinha, mas tudo ganhou um contorno muito mais mágico: a expressão no olhar quando colocamos a estrela no topo da árvore acabada de montar, as conversas em torno do Pai Natal e da sua chegada, a contenção na hora de lhe escrever "a carta" e a emoção das horas que antecedem o momento em que os presentes aparecem, como que por magia, debaixo da árvore. "Ele já veio!"

E, se eu pudesse, era ele que eu convidava para jantar. Coitado do homem, não vai para novo e tem tanto trabalho que nunca aproveita a melhor noite do ano!"

save-the-date-mariana-megre-fotografia_02.jpg

Catarina Raminho_Savethedate 18.JPG

A mesa da Catarina

O cenário campestre que envolve a casa saltou pela janela e instalou-se, confortavelmente, à mesa. Há pequenos pinheiros e troncos que sustentam velas e o presépio minhoto (que ocupa o lugar central). Mas não é o verde que predomina, é o vermelho. A loiça de barro tradicional, fabricada a poucos metros de casa, tem um coração pintado à mão, que dá um ar mais aconchegante ao conjunto e o aproxima da quadra natalícia.

Os marcadores foram escritos pela Maria Rita, de apenas 6 anos - porque afinal o Natal é das crianças!

save-the-date-mariana-megre-fotografia_0217.jpg

Catarina Raminho_Savethedate 20.JPG

 Fotografia: Mariana Megre

 

O Natal da Rita

iheartyou-87.jpg

"O Natal é das minhas épocas favoritas e passávamos em casa da minha avó, com cheirinho a filhoses.
Éramos muitos, e a família reunia-se a volta da mesa sempre com grande alegria, muitas anedotas e brincadeiras. As prendas ficavam num dos quartos e os primos mais crescidos distribuíam-nas e cada um de nós descalçava um sapato que era posto em cima do nosso "molhinho". Às vezes, um tio barrigudo vestia o fato e aparecia... eu chorava de medo!!

Cá em casa já é diferente, somos menos e dizem que o Natal é das crianças... mas eu acho que é muito meu :) adoro dar presentes e adoro o espírito de Natal - da união e da família - bem como as músicas de Natal que cá em casa, e no carro, tocam o ano inteiro. A árvore é feita a preceito e a mesa também. Os doces não faltam, os sonhos, as fatias douradas, os docinhos algarvios que apareceram no meu natal desde que me casei, bem como os milhos (prato típico do Algarve) da avó do Pedro.

O Natal ficou ainda mais mágico com a chegada dos filhos, que abrem as prendas à meia-noite e na manhã de 25 descem as escadas a correr logo de manhã para ver se o Pai Natal comeu as bolachas e lhes deixou mais 2 prendinhas! O Pedro diz que este ano o melhor é convidarmos o Fernando Mendes para não corrermos o risco de engordarmos, pois ele dará uma grande ajuda.
Um natal quentinho, com o nariz frio e o coração cheio são os votos da família Fernandes!" 

Image-1 (2).jpg

iheartyou-83.jpg

A mesa da Rita

Elegante e contemporânea. Também no caso da Rita e do Pedro, a mesa absorve o ambiente envolvente. Mas veste-se a rigor para o Natal. Aos tons cinza e preto, juntam-se pequenos apontamentos vermelhos que equilibram a paleta de cores. Mas toda esta sobriedade acaba por ser fintada por elementos divertidos - e até infantis - que dão um carácter mais familiar à mesa: as personagens de "Nightmare before christmas" e até as bolachinhas de gengibre.

iheartyou-58.jpg

Image-1 (2).jpg

Fotografia: I Heart You Photography 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

É uma mulher entre homens. Ao marido Tiago juntam-se os filhos Vasco (10 anos), Diogo (5) e o pequeno Matias, com apenas 9 meses. Chama-se Mariana Alvim e é aquela menina do Café da Manhã da RFM que pode perceber “bola de futebol” mas que sabe tudo sobre o trânsito e o tempo.

Quando recebeu o nosso convite para esta edição de "Christmas We Love You" disse logo que a decoração não era a sua praia, mas aceitou de imediato: “Não há problema, vou a casa da minha mãe e escolho umas peças porque ela tem imensa coisa”. Assim fez. Numa sessão muito divertida, riu-se da sua falta de jeito, pediu-nos opiniões e partilhou as histórias que fazem dos seus Natais momentos sempre tão especiais.    

 

image1 (4).JPG

Do que é que mais gostas no Natal?

Hoje em dia, da felicidade dos meus filhos por terem um programa cheio de primos e tios e no qual a mãe não os manda cedo para a cama.

 

Quando fazem a árvore de Natal?

Sempre fiz dia 8 de Dezembro mas agora fazemos uma semana mais cedo por causa da pressão dos miúdos.

 

As crianças participam nos preparativos?

Sempre. Já é tradição termos bolas da árvore partidas porque há sempre mãos de manteiga.

 

Ainda acreditam no Pai Natal?

Mais ou menos. Eu nunca tive essa tradição do meu lado mas no lado da família do meu marido fazem e é muito giro ver a reacção dos miúdos. O Vasco de 10 anos não acredita e estou curiosa para perceber se o Diogo, de 5 anos, ainda vai cair na brincadeira da família.

 

Abrem os presentes no dia 24 ou na manhã do dia 25? 

No lado do pai é no dia 24 à noite; no meu lado (meus pais e irmãos) é 25 de manhã.

 

Que presente gostavam de receber este ano?

O Vasco não tem noção e pede telemóveis caríssimos e tablets; o Diogo quer Legos e tudo o que vê nos spots de TV.

 

E tu?

Eu quero uma casa com jardim.

 

Portaram-se bem?

O Diogo menos bem, até porque como tivemos um bebé anda mais irrequieto mas, regra geral, são todos uns queridos. Até o Matias, de 9 meses. Estou orgulhosa!

 

E tu Mariana, portaste-te bem?

Portei-me bem de mais. Às vezes acho que devia portar-me pior (risos)

 

Quais são os pratos típicos?

Em casa dos meus pais ninguém é fã de perú, portanto costumamos ter picanha ou outra carne. Em casa dos tios do meu marido é tudo o que Natal pede: bacalhau, perú, sonhos e outras maravilhas…

 

image1 (3).JPG

 

Que doces não podem faltar na vossa mesa?

A minha mãe leva sempre Papo de Anjo e alguns dos doces típicos de Natal (e leite creme). No fundo, é o que os meus irmãos e eu pedimos e ela faz-nos os mimos.

 

O que representa para a vossa família esta época?

Mais do que tudo, união com a família, finalmente conseguimos estar todos juntos e há uma boa energia no ar, está tudo bem disposto e isso é importante. Para além da história do Menino Jesus que temos de explicar ao de 5 anos que na verdade ele já nasceu e já foi há muito tempo mas continua bebé porque é uma representação de… enfim, vês como é difícil explicar? (risos)

 

Se pudessem convidar uma figura pública (nacional ou internacional) para a consoada, quem seria?

A Angelina Jolie. Deve estar desanimada no primeiro Natal depois da separação e como come pouco - e nós lá em casa somos gulosos e comilões - não haveria problema... Se bem que o meu marido era capaz de gostar e isso eu não gostaria! (risos)

 

Fotografia: Susana Tavares 

 

A senhora que segue tem mais energia concentrada do que uma pilha alcalina. Chama-se Isabel Silva, dispensa apresentações mas não dispensa um Natal passado em família no norte do país. Vamos saber tudo sobre a forma como a apresentadora da TVI vive esta quadra, ainda esta semana, aqui neste nosso cantinho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Macacos nos mordam se não estávamos em pulgas com este momento! Somos fãs do Natal, de dias felizes, de decoração, de pessoas interessantes e conseguimos juntar tudo nesta iniciativa maravilhosa chamada "Christmas We Love you", que já é uma tradição neste blog.

A nossa primeira convidada da edição de 2016, e amiga, é uma das mamãs mais conhecidas do país. É co-autora do blog a mãe é que sabe onde partilha as suas aventuras (e desventuras) com as filhotas Isabel, de 2 anos e meio, e Luísa, de 6 meses.

Chama-se Joana Paixão Brás e quem a conhece sabe que a família é o seu centro de gravidade - o seu foco - e que o seu sonho sempre foi ser mãe. Razões mais do que suficientes para - como nós - ser fã incondicional desta quadra.

 

IMG_9929.JPG

Recebeu-nos  em sua casa com a Isabel e a Luísa, preparou uma mesa linda e falou-nos da forma como vive esta época tão especial:

 

Do que mais gostas no Natal?

Gosto de ter a família reunida à mesa, a comer o magusto maravilhoso da avó Rosel, a dizer disparates e a aproveitar à lareira as horas até à meia noite. A noite da consoada é um dos dias mais especiais do ano, desde que me lembro. 

 

Quando fazem a árvore de Natal?

Fazemos dia 1 de dezembro. Este ano apeteceu-me fazer mais cedo, pela Isabel, que tem dois anos, mas contive-me. Tradições são tradições!

 

As crianças participam nos preparativos? 
Sim e confesso que estava desejosa que a Isabel tivesse idade para decorar a árvore de Natal. Este ano foi ela que decorou praticamente sozinha! Lembro-me de adorar fazê-lo quando era pequenina. Desmontar é que não faço questão nenhuma: odeio. 

 

As crianças acreditam no Pai Natal? 
Sim, sim! E espero que acreditem pelo menos até aos 30 anos. 

 

Abrem os presentes no dia 24 ou na manhã do dia 25? 
Abríamos os presentes todos à meia noite do dia 24, mas desde o ano passado que adiantámos um bocado, para que a Isabel presenciasse o momento. Mas como vamos depois dia 25 de capelinha em capelinha visitar avós paternos, tios e primos, acabamos por trocar os presentes também nesse dia.

 

Que presente gostavas de receber este ano? 
Espiritualmente, grandes doses de paciência para continuar a dar o melhor de mim às minhas filhas; se falamos em bens materiais, e já que é para pedir, uma máquina fotográfica boa ou uma viagem com tudo incluído, babysitter também 😃 como veem, até não me alargo muito!

 

Portaste-te bem?

Melhor dificilmente me poderia ter portado! Mas dispenso sentar-me ao colinho do Pai Natal, que no ano passado um lá me convenceu a fazê-lo com a minha filha e aquilo foi muito, muito estranho... 

IMG_9928.JPG

Quais são os pratos típicos em vossa casa?

Na consoada comemos sempre bacalhau assado com magusto (uma mistura de batata com couves que é uma delícia) feito pela avó, ao almoço arroz de pato, lombo recheado, por aí... 

 

E que doces não podem faltar na vossa mesa?

Arroz doce, mesmo que não seja um doce tradicional de Natal, nunca pode faltar! Depois broas, coscorões, azevias (divinais!), bolo de amêndoa com fios de ovos, mousse de chocolate, bolo de bolacha, semi-frio de natas com chocolate quente, e por aí fora (exageramos sempre e andamos até à passagem de ano a comer "gordices").

 

O que representa para a vossa família esta época?

É época de abraços, de mimos, de nos darmos mais aos outros, de partilhar e de, no fundo, nos lembramos, ano após ano, que este espírito deveria existir nos outros 363 dias! 

 

Se pudessem convidar uma figura pública (nacional ou internacional) para a consoada, quem seria?

A Popota pode entrar nesta esfera hipotética? "Ela é linda neste Natal" e tirando todos os elementos da Patrulha Pata, não haveria mais ninguém que fizesse a minha filha mais feliz :) É por ela que queremos muito manter o espírito do Natal. E foi com ela que, depois da morte do meu tio, voltámos a sentir vontade de viver estes dias com tanta magia.

 

Fotografia: I Heart You Photography

 

Os próximos convidados vão ser desvendados já esta sexta-feira! Façam desta a vossa casa, calcem as pantufas e deixem-se ficar por cá.  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

É com esta frase “mítica” da minha filha M de 4 anos que inicio este texto cheio de dicas, para que a hora da escolha das flores para o vosso casamento, seja bem fácil.

 

Perguntam vocês: “Mas não é uma questão apenas de gosto?”

Não, é a nossa resposta.

Temos de verificar o gosto, claro, mas também o local da cerimónia e recepção, época do ano e tantos outros fatores para enquadrar esta “peça” fundamental em todos os eventos.

 

Assim sendo, quando vai casar? Primavera? Verão?

 

Primavera

 

Peónias

As nossas favoritas e da maioria das nossas noivas. Estão muito na moda. Com cores muito femininas e recheada de pétalas. Simboliza o romance e prosperiade no Casamento.

 

 Peonias.jpg

 

 

Túlipas

A primavera é a epoca alta das Túlipas o que proporciona valores mais económicos.

É uma flor muito elegante e com cores lindissímas.

Por serem flores resistentes e duráveis significam fervoroso amor. Mas atenção aos dias de calor, mesmo na primavera. Sempre que possa, coloque o seu buquet em água para as manter fechadas.

tulipas.jpg

 

Dálias

São flores com pétalas densas e muito resistestes.

São utilizadas nas decorações de mesa e não só. As mesmas, conferem alguma qualidade e requinte ao seu evento.

dalias.jpg

 

Girassóis

Vai casar no campo? Não podem faltar Girassóis. Mas como são grandes temos de ter cuidado e não abusar muito na quantidade.

Os Girassóis representam dignidade, glória e paixão.

girassóis.jpg

 

 

Verão

 

Hortênsias

As petalas são de grande qualidade, resistindo bem aos dias mais quentes de verão. Há uma variedade enorme de cores. Ideais para casamentos no campo. Juntamente com folhas verdes, fazem uma combinação pereita.

 

Hortênsias.jpg

 

Rosas

A intemporal Rosa, adapta-se a todos os estilos de casamento e é muito fácil de combiner com outras flores.

A eterna romântica, simboliza na sua cor Champanhe a fidelidade entre o casal

rosas.jpg

 

 

Orquideas

Sensual, delicada e exótica, adapta-se a qualquer estilo. Uma flor bem especial, se quer marcar a diferença.

Representa a sexualidade e beleza feminina. Seu significado varia entre amor, desejo, luxúria, perfeição e até mesmo pureza espiritual.

orquídea.jpg

 

 

Outono

 

Lilases

A cor mais frequente é o lilás, mas existem espécies com flores de cor branca ou avermelhada. Possuem uma fragrância intensa. Combinadas com ramos secos e folhas verdes, criam uma harmonia perfeita e perfumada.

 

lilases.jpg

 

Gardênias

Têm um perfume com efeito tranquilizante. Recomenda-se que esteja exposta onde haja circulaçao de convidados. É bastante comum ver estas flores assumirem um papel preponderante na decoração de recepções de casamentos. Simboliza a sinceridade.

 

Gardênias.jpg

 

 

Inverno

 

Violeta

Simboliza lealdade e modéstia. Violetas brancas podem significar que uma promessa está sendo feita. Dão um toque de cor e magia à decoração

 

violetas.jpg

 

Frésias

Compoêm bouquets delicados e leves. E nada melhor que uma flor que significa “calma” para o seu dia de casamento.

Frésias.jpg

 

 

Azevinho

Os casamentos no campo/floresta são uma tendência. E o azevinho fica maravilhosamente em qualquer composição floral rústica.
Há ainda o costume de trocar um beijo em baixo do azevinho. Este gesto é interpretado como uma promessa de casamento, bem como uma previsão de felicidade e vida longa.

azevinho.jpg

 

Dica tendência

Já pensou em usar a folha de oliveira na decoração do seu casamento?

Pois é, as tendências estão em constante mudança e neste momento a folha de Oliveira é Rainha das decorações.

Com uma grande versatilidade, é vista em bouquets, decoração de centros de mesas, espaços em geral e ainda nos bolos de Noiva.

Já na Roma antiga eram usadas em grinaldas pelos noivos. São o símbolo da paz e do casamento.

oliveira.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D





Analytics